sexta-feira, 29 de maio de 2009

Sabe sexta-feira?

Sabe dia complicado? Sexta-feira que não quer acabar? Hoje foi uma manhã dessas.
Foi o que pareceu na hora. Agora nem parece tanto.
A Nina me acordou antes do desenho da Ariel. Geralmente é o contrário, mas ela tossiu a noite toda e eu fiquei naquele deita-levanta pra conferir febre e bem. Dormi demais.
Depois tomei café demais, li jornal e internet demais.
Daí vem a seção dar-banho-pôr-uniforme-desembaraçar-secar-cachos.
Lembro que é sexta-feira. Sexta é um dia cheio de coisinhas a serem lembradas.
Sempre esqueço uma - ou todas.
É dia de lanche comunitário na escola.
"Nina, quer levar bolachas e maçãs?" "Não, mãe, quero manga cortadinha".
Cortadinha. Pra uma turma de 14 crianças, considere que um terço delas pode (duvido) se interessar, então dá umas três mangas a serem picadas em quadradinhos e levadas pra escola num tupperware. E achar um com tampa que caiba. Parece que as tampas não são dos respectivos potes, tudo torto.
Enfim.
Leio a agenda escolar - geralmente esqueço. Tava lá "favor mandar duas caixas de leite (...)" - O QUÊ? EXPLORAÇÃO - "(...) vazias para atividade lúdica". Ah, tá.
Como esqueci mesmo que quinta-feira era dia de coleta reciclável, fucei no lixo-que-não-é-lixo e achei as benditas caixas.
Mas tem que lavar, né. Lavei.
Bem, sexta também é dia de brinquedo. Das crianças levarem brinquedos pra socializar. Já comentei que a Nina antes só levava brinquedo do qual não gostasse. Agora ela está menos, digamos, apegada.
"Nina, pega um bicho aí pra levar pras amiguinhas".
"Ah mas eu quero levar a Barbie e o noivo e umas roupinhas pra trocar".
Ok. Acha uma bolsinha pras roupas de Barbie. Acha a roupa de noiva, que a Barbie noiva está com o vestido lilás, tem que levar o pente de boneca também. Ok.
Ah, é dia de judô. Acha a roupa de judô. Será que a dona Ana botou pra lavar? Mas o professor disse que não é pra lavar roupa de judô, senão fica molinha demais. Por mim, ótimo. Encontrada a roupa, no mesmo lugar em que a joguei na sexta-feira passada, na cômoda do quarto de visitas.
Ainda tem que tomar remédio pra não tossir e pra secar a coriza. Brondilat e Decongex. Cinco ml, doze gotas.
Pronto, estamos oficialmente atrasadas.
"Mas mamãe, eu quero terminar o quebra-cabeças".
"Não dá agora".
"Então vou deixar aqui no chão pra terminar quando chegar".
"Ok".
"Mas a Mimi vai comer as peças".
É verdade. A gata já amputou dois pés de Barbies.
"É só fechar as portas".
Só que esqueci da janela do banheiro. O-oh.
Vamos pro carro. Pra garagem mas pela porta da frente, que a de trás só está fechando por dentro. Damos a volta pela casa. Chega no carro, cadê a chave? Tá dentro de casa. Volta e meia, vamos dar.
O telefone toca. Eu - "quem é o filhodamãe que liga na hora do fechamento?" e é o marido, pra saber se tá tudo bem. "Tudobematrasadastchau".
É isso. Tudo tão simples, mas tão enrolado. Sabe essas sextas-feiras?
E eu nem contei da sessão pra achar a minha calça de ginástica.
Fim do dia.
Daqui a pouco pego Ninotchka e vamos faceiras e peruas ao shopping comprar presentes de aniversário - um tênis pro primo que mora no Mato Grosso (e que será visitado pela sogra, portanto vai na mala) e alguma coisa do Ben 10 (de preferência uma maleta de lápis de cor que é legal e barata) pro amigo que faz aniversário amanhã.
Então, quem quiser conferir a mini-diva, estaremos no Mueller, provavelmente as únicas nas mesas do restaurante por quilo que tem feijão, arroz, carne e fritas às oito da noite. Depois no Mac Donald´s tomar o sorvete de duas cores, que ninguém é de ferro.

6 comentários:

Lolló disse...

Menina, cansei só de ler. Haha.
Né mole não, hã?

lola disse...

Ha ha, "A Mimi já amputou dois pés de Barbies" foi ótimo!
Sua vida parece muito mais agitada que a minha...

Tina Lopes disse...

Lolló, difícil náo é. Mas precisa ter disciplina. E eu náo tenho.

Lola, depois disso tudo de manhá eu fui pra academia e depois... passei o dia na frente do computador. O que jà tinha feito boa parte da manhá, antes. Entáo agitaçáo náo é bem o termo.

(eu ainda náo achei o til do teclado do laptop espanhol - só se quisesse usar o ñ)

Alfredo disse...

nao pode lavar roupa de judo? e o CC ??
como faz?

Tina Lopes disse...

Pô Alfredo, acho que CC só do professor. Aos 4 anos não rola - acho que só daqui a uns 10 anos. Ufa.

Patricia Scarpin disse...

Tina de Deus, fiquei sem fôlego só de ler.