domingo, 12 de agosto de 2012

Dia do Pai

Ela é a cara dele, apesar de também parecer comigo.
Pelas minhas costas, me chamam de Jaguadarte.
Escondem o tempo gasto no game - os dois juntos, ela no colo, de biquinho e sem piscar.
Não fecham a gaveta até o fim: sempre fica uma frestinha.
Têm os dedões dos pés super redondinhos. E chulé.
Evitam a hora do banho.
Dormem como se estivessem lutando.
Espalham xícaras pela casa.
Aos sábados gostam de passear juntos, ela falando e ele ouvindo, pela ciclovia.
Quando perdem alguma coisa, ficam parados olhando em volta em perguntando "cadê..."
Adoram minhas sopas.
Vivem aventuras particulares, só deles.
Sao um time. Nasceram um para o outro. Ela, literalmente para ele, naquele que foi o primeiro dia do pai.

7 comentários:

Cris disse...

Que lindo, Tina.

Rita disse...

Óin!

Raquel (NY) disse...

De emocionar. E viva voces!

Juliana disse...

lindeeeeeeeeza!

Josianne disse...

Lindo texto! Linda família.

Deh disse...

Jaguadarte?? o_O

deniseescreve disse...

Lindo. Um dia vou ter uma também. <3 <3 <3