sábado, 18 de agosto de 2012

Top five: medos de infância

Lembrei deles, ao ler o post da Rita.

- Astronauta, me soltar da cordinha que prende à espaçonave e planar solta no espaço.
- Areia movediça
- Buraco negro
- Fundo do poço (literal)
- Cachorro bravo na esquina

Depois vou conferir com o top 5 de medos da Nina.
Quais eram os seus? 

14 comentários:

Vivian Martins disse...

- Deus
- Cachorro bravo da esquina (um Pastor Alemão imenso e assassino, imagino assim até hoje)
- Altura (incautos amigos dos meus pais que chegavam lá em casa e começavam com brincadeiras de me colocar pro alto sempre provocavam muitos minutos de choro)
- Linha Direta (aquele programa que passava às quintas feiras na Globo)
- Me perder dos meus pais pra sempre

E acho que dava pra fazer mais vários desses, criança medrosa que eu era :P

klaudioca disse...

Medo da Kombi bege que levava crianças.
Medo do fura-dedo (em Belém tinha agente de saúde pra verificar doenças do sangue e tirava amostras em casa.
Medo da Cuca do Sítio do Pica Pau Amarelo.
Medo da terceira guerra mundial.

=)

anna v. disse...

Areia movediça
Me perder no supermercado
O filme Poltergeist
Uma careta que minha mãe fazia e eu temia que ela fosse ficar assim para sempre

Caminhante disse...

* Profecias de Nostradamus;
* Pular de ponta na piscina e ficar paralítica (Rubens Paiva feelings); * Açougues;
* Musiquinha do Globo Reporter.

Tina Lopes disse...

hahaahhahah sensacional ;)

Rita disse...


Barata;
Um quadro com histórias sobrenaturais do Fantástico;
Tiros de revólver (!);
De ver algum amigo virando os olhos (meus primos tinham o péssimo hábito de segurar as pálpebras e revirá-las pra cima iiiirrrrrghhhhhhhhhhhh, horror!!!;
De perder minha mãe.

Os inomináveis não conto. :-P

Beijos
Rita

leila disse...

areia movediça
guerra nuclear
escuro
a sombra que parecia correr atrás de mim na escada do predio
o homem do carro preto que roubava crianças

Adrina disse...

1) Morrer (eu tinha medo do que tinha do outro lado); 2)Escuro; 3)Engravidar! (na minha cabeça infantil, a gravidez era por geração espontânea); 4)A Cuca do Sítio do Pica Pau Amarelo e 5) liquidificador (o barulho me aterrorizava). Tirando o nº 4 (não tenho mais medo porque descobri que ela era a Catarina Abdala) e o nº 5 (o meu faz menos barulho), os outros persistem até hoje (nº 3 por outros motivos, hoje).

Luciana Nepomuceno disse...

1) ficar cega

2) meu pai ou minha mãe morrerem (eu sei, Freud explica)

3) ficar cega

4) ficar cega...

em looping...

nilus queri disse...

- homem do saco
- cachorro bravo
- quando minha mãe se fingia de morta (hahaha, tem noção?)
- cair com o carro na francisco junqueira
- de sofrer bullying (até parece que tinha esse nome) na escola

Juliana disse...

- medo de um ladrão pular a janela da minha casa.

- medo de morrer da mesma doença que matou meu avó. Só aos 13 anos descobri que ele teve câncer na prostáta...

- como eu dormia na cama da minha vó, eu morria de medo de ela morrer durante o sono.

- medo de encontrar um fantasma no banheiro de casa.

Mari Biddle disse...

Bebados;
Armas de fogo;
Cobras;
Chifrada de boi-vaca;
Mortos ( passar perto de cemiterios)

Cristiane Rangel disse...

Se eu contar que ñ tinha medos na infância vc acredita? Talvez um medo do esqueleto da aula de ciências, mas ficamos amigos (!!!!) e até dei nome pro dito (Leonardo). Enfim, ñ tive medos. Coisa estranha.

Fatima Valeria disse...

1- FOGO
2- ENTERRADA VIVA (WOWOWOWO)
3- A LOIRA DO BANHEIRO
4- ALTURA - (MISTO DE MEDO E DESEJO)
5- O HOMEM DO SACO