domingo, 2 de setembro de 2012

Quem nunca?

Sim, você tem razão, fui uma falsa. Em todos os nossos momentos, estava mentindo. A meu favor, tenho a dizer que não provoquei nossa proximidade. Só não quis ficar mal com o grupo do qual fazíamos parte, mesmo. Tenho terror a destratar qualquer pessoa. Sou do tipo que se mantém do lado escuro da rua pra não dar, ao malaco que está vindo na mesma calçada, a impressão de que possa tê-lo considerado ameaçador, sabe como? Então. Não te suporto. É fato. Tuas histórias nunca me interessaram. Teu gosto não tem nada a ver com o meu, tuas opiniões banais não me dizem respeito. Sim, te ouvi, mas é porque sou educada. Infelizmente isso atrai gente carente. Quando você desabafou sobre sua vida, falou mal de seus amigos, relatou intimidades sobre as quais eu não pedi pra saber, foi constrangedor. Então fui honesta o suficiente para romper. É isso. Vamos nos esquecer. 


20 comentários:

Grazi disse...

O mundo seria um lugar melhor se todo mundo tivesse coragem, quando incomodada, de dizer umas verdades. Mas a educação nos impede.

Anônimo disse...

Eu nunca :/
Ludelfuego

banzai disse...

eu nunca 2. Simplesmente me afasto total.
madoka

Tina Lopes disse...

Nem eu, gente, nem eu. #pulpfiction

Rita disse...

Hahaha:

Quem nunca?
Eu não.
Nem eu.

Doido.

:-)
Bj.

Cristiane Rangel disse...

Só digo: caraca! Mas, a pessoa merece. Sem mais.

Tina Lopes disse...

Não é pra ninguém específico, na verdade, é mais pra mim.

Cristiane Rangel disse...

Mas cabe pra quem eu pensei. Pelo menos no que diz respeito a mim. Queria ter dito, queria ter escrito.

Suzana Elvas disse...

Ah, você não me ama mais?
:(

Verônica disse...

ih. acho que não há ninguém na minha vida para quem eu diria isso.

Anônimo disse...

dia sim, dia não eu vou sobrevivendo sem um arranhão, da CARIDADE DE QUEM ME DETESTA ahah, hahah =P (não resisti)
Ludelfuego

Anônimo disse...

"Quem nunca?"
Sara Lucena

Anônimo disse...

Só li três post's e já percebi que esse blog merece toda minha atenção. até breve.
Sara Lucena.

Maite disse...

Eu sempre.
Mentira. Só uma vez.
Masssssss, e se a pessoa não me esquece. #comofaz ?
;)

Cris disse...

Eu nunca. Só saio de cena e deixo pra lá. Apago mesmo. Mas o mundo seria melhor se a gente tivesse essa coragem aí, rs. Bj

Um brasileiro disse...

Oi. Tudo blz? Estive aqui dando uma olhada. Tudo bem? Interessante. Apareça por la. Abraços.

Graziela disse...

Ai!
Me deu ate um frio na espinha agora, nao queria ouvir nada disso mas queria falar um dia, com a cara e a coragem que Deus me deu. Porem minha covardia e boa educacao nao me permitem #minterna
Abracos e saudades
Gra

Guilhermé disse...

Posso imaginar qtas vezes eu deveria ter ouvido isso, mas não ouvi. E se tivesse ouvido, admitiria alguma verdade nisso?

Isa disse...

putz, adorei.

Deni disse...

já fiz, mas foi por email. conta?
haahah