sexta-feira, 5 de junho de 2009

As tatuagens que eu faria

Se os profissionais de Miami Ink vivessem aqui – ou eu, perto deles - e se grana tivesse pra pagá-los, eu iria fazer as seguintes tatuagens:

1) Um coração de mãe, bem brega, bem coloridão, do tipo marinheiro mesmo, no braço esquerdo (a parte de cima do cotovelo é braço ou ante-braço?). Com uma faixa no meio escrito NINOTCHKA. A imagem abaixo é de uma camiseta feita especificamente pra matar a vontade de ter esse tipo de tatoo - o que já demonstra como é lugar-comum. Mas tô nem aí.


2) Pediria que pegassem a foto da Simone de Beauvoir, nua, e fizessem nela traços de pin-up. Não é sacrilégio! É uma homenagem. Esta ficaria nas costas, do lado direito. Sem o banheiro, só o espelho - abstrai, né gente.



3) Tem que fazer um número ímpar de tatuagens, reza a lenda. Então eu faria ainda uma rosa bem simples, de traços retos – acho até que eu a desenharia. Essa na base da nuca. Na verdade, o que sempre planejei pra nuca foi um desenho de Rosa dos Ventos, mas em estilo “mapa de pirada”. Ops, ato falho – mapa de pirata.


Não tenho medo de dor nem de ter uma tatuagem. Tanto é que a do braço seria bem visível; a da nuca também. O problema é não ter certeza do resultado. Tinha uma colega na escola que tatuou um leque – coisa mais besta, também. Daí ela engordou e o leque abriu, ficou parecendo um pufe. Complicado.

7 comentários:

asnalfa disse...

O lequye abriu??
kkkkkkkkkkkkkkkkkk
Bom... se dependese de mim... faria muitas tatuagens... mas tenho medo de nao conseguir emprego... acho q tem mais preconceito com tatuados do que com tatuadas;...
Eu faria aqueles desenhos bem locos na minha costa.. fecharia ela todinha...

Suzana Elvas disse...

Eu tenho duas (uma na coxa e uma no antebraço, descendo do ombro), e vontade ainda de fazer mais umas duas.

Mas não teria coragem de cobrir as costas ou os braços (a chamada manga). Eu penso que um dia posso acordar e ver aquela confusão de cores e formas e pensar como adoraria de ter o braço limpo, sem nada. E não dá para voltar, né?

MegMarques disse...

Eu tenho uma pequenininha, um ponto de interrogação, na parte interna do tornozelo direito. Adoro a minha tatto. Mas não precisa ter medo não, com o tempo e as mudanças no corpo vc pode ir dando retoques a cada 10-15 anos, por aí. Dou a maior força!

Patricia Scarpin disse...

Eu tenho aflição, não consigo nem olhar. E pra piorar as coisas meu pai fez uma ano passado, aos 60 anos - os nomes dos três filhos. Não consigo nem ver.

Tina Lopes disse...

Mas se teu emprego não for algo que te exija mostrar as costas, Asnalfa, você não iria ter problemas! Ou seja, quase todos os empregos no mundo exceto go-go boy, stripper - mas aí tatoo não é problema mesmo.

Su, também acho que fechar tudinho deve cansar. Essas mangas eu não curto muito não.

Meg, que fofo, uma interrogação. Eu não consigo pensar em nada tão discreto, pra mim.

Pati, adorei essa do teu pai. Me encorajou, rsrsrs. Bjk.

fguia disse...

Olá Tina,eu fiz uma tattoo a um tempo atras,dentro do braço direito,um marlin,e gostei.se tirasse nao faria nenhuma tattoo,ficaria sem tattoo mesmo mas como ja tenho o marlin,farei outra,a cabeça de um elefante em realismo levantando a tromba,em preto,branco,cinza,e marfim.,é um elefante africano,ficara dentro do braço esquerdo.o arpao do marlin sai para fora e a presa do elefante saira tambem.tatuagem é que nem yakuza,fecha a camisa e desaparece.faço hatha yoga e o elefante tem a ver.é um animal africano,indiano e muito humilde.simboliza força,pobreza,humildade e virtude.o marlin representa liberdade.peguei a rosa dos ventos no seu blogue.,é a melhor combinaçao de cor que ja vi.,estou pensando em lançar tb por fora no ombro do braço esquerdo.como vejo o pirata?pirata é o aventureiro que corre atras do ouro.,o ouro nao é material,é simbólico,é o ouro espiritual,gratuito,e todods podem achar.,por isto,o elefante,a rosa dos ventos,e o marlin.um abraço.meu email é.,fguiacontato@yahoo.com.br

ludelfuego disse...

Sagrado coração, um clássico. Acho lindo.
Quero mudar as 2 tattoos que tenho e fazer mais uma, to pensando no assunto.