sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

E acabou! Uma parte.

Hoje é sexta-feira dia 11/12 e acabou a obra da minha casa.

A parte dos pedreiros, claro. Ainda teremos lances emocionantes nos próximos dias com a instalação do aquecedor solar, quando finalmente vou poder voltar a usar as torneiras e chuveiros da casa; com o lixamento dos tacos, que serão também encerados ou pintados de sinteco, sei lá como chama. Essa vai ser dureza: a casa vai ser dividida em duas partes: moraremos num pedaço. Depois que o tal sinteco ou cera secar, todos os móveis e nós também seremos transportados para o outro lado. Um processo de uma semana. Podia rolar em 3 dias mas ia sair uns milão mais caro. So...

A última coisa feita em casa foi a churrasqueira. Que está sendo "testada" neste momento pelos valorosos pedreiros. Aliás, fiquei sabendo que o piso salarial de jornalista no Paraná agora é de R$ 2.050. Isso significa que um pedreiro ganha mais trabalhando comigo que um colega na Gazeta do Povo.

Ah, sim. Um dos pedreiros, o matraca, vai voltar semana que vem com um amigo pintor. Os dois vão pintar a casa toda por dentro. Vão ficar revezando com os caras do lixamento de tacos. Então o remédio vai ser me juntar à Nina na casa da minha mãe.

Amanhã só vou pensar nas cores. Mantenho vocês informados. Sugestões?

6 comentários:

asnalfa disse...

Vc sabe que amo o erva-doce com semi-brilho! Ficou perfeito aqui em casa.
Esse site pode te ajudar!!

http://www.coral.com.br/decora/?WT.mc_id=0001007


La tem varios simuladores e exemplos!

asnalfa disse...

Aqui nesse site, vc pode escolher uma cor que ele informa as outras que combinam.

http://www.coral.com.br/do/products/search#/color/3/1/2/6610

Anônimo disse...

Asn querido, eu encontrei um estande da Coral num shopping daqui e ganhei um CD com o programa do simulador de cores e ambientes: vou poder fazer fotos das salas e experimentar as cores nelas, legal né?

Tina

Ronise Vilela disse...

O post está ótimo, mas pq vc tinha q falar do piso....O piso da sua casa tem mais valor, aposto!

Rita disse...

Oi, tudo bom?

Lendo seu post fiquei me perguntando se você passou pelas dores de cabeça que nós enfrentamos durante uma pequena reforma em nossa casa, aqui em Floripa. Era tanto serviço mal prestado que chegamos a "lançar um concurso" para ver quem levaria o título de pior prestador de serviços. A brincadeira rendeu um post no Estrada e é motivo de papo ate´hoje.

Estou indexando seu blog ao meu reader que (já falei?) achei via concurso da Lola. Volto depois.

Bjs.

Tina Lopes disse...

Rô! Não entendi. O piso não muda, só vai ser lixado e "encerado", porque com as goteiras e o entra-e-sai de pedreiros e arrastação de móveis ficou imprestável!

Oi, Rita, obrigada pela preferência, adorei! Então, sabe que eu comentava isso mesmo ontem com o marido: como tivemos sorte nessa reforma. Pegamos o trio de pedreiros mais rápido e competente que já vi. Podíamos ter sido largados no meio da obra, como já ocorreu com amigos; podia ter chovido mais e os fornecedores podiam ter atrasado ou feito serviço mal feito. E até agora, toc-toc-toc, tem ido tudo bem. Uma coisinha aqui, outra ali, pra arrumar, mas no geral a coisa tem andado bem. Ah, sim, teve um vendedor da loja que mandou várias conexões de canos de cobre erradas - era pra ser "machos", ele mandou "fêmeas", vê se pode. E a loja não tinha as certas, ficamos então com crédito. Falta agora a instalação do aquecimento solar/gás - e o técnico passou o sábado aqui - e a pintura. Estou de dedinhos cruzados.