sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Dia 27 - Porrada! (Melhor Cena de Violência)

A primeira que me vem à cabeça é a surra que o então futuro Soprano, James Gandolfini, dá em Alabama, personagem de Patricia Arquette - mais uma vez, naquele filminho subestimado, Amor à Queima-Roupa (True Love). Ela chega ao quarto de motel onde se esconde dos traficantes e encontra o capanga, o pior deles. Mas pô, tremenda violência contra a mulher, não vou me sentir bem colocando essa cena aqui - típica do roteirista Quentin Tarantino: papo e violência extrema. O que me leva à sua obra-prima, o primeiro e, na minha opinião, mais impactante filme desse diretor que é Top 3 eterno no meu coração (junto com Scorcese e Woody Allen). É a famosa "cena da orelha" de Cães de Aluguel, que infelizmente não está disponível pra incluir aqui no post, mas você clica no link e a vê toda. Hoje, depois de tudo o que Tarantino fez com as possibilidades de violência, e até pelo que vemos por aí na vida real, a cena talvez nem choque tanto. Mas na época... o pai de um amigo meu teve que sair correndo do cinema, porque quase infartou (e eu gosto particularmente do fim da cena, seco).

Mr. Blonde, you've been a bad, bad guy.

6 comentários:

Rita disse...

Perturbador demais. Num gosto nem de lembrar.

bj
rita

Deise Luz disse...

Fiquei boba quando vi essa cena. Difícil ter melhor representante pra essa categoria do meme do que Tarantino.

trombone com vara disse...

Amor A Queima-Roupa é muuuuuito bom!!!!
Voto nela!!!
Posso dar sugestão? Melhor filme de cachorro e melhor "prazer envergonhado", aquele filme muito ruim, mas que a gente adora.

Luciana Nepomuceno disse...

Cena tipo UAU!

Augusto disse...

Seria difícil escolher qual o melhor Tarantino para este tópico, por essa razão fugirei dele e fico com o estupro em tempo real de Monica Belucci em "Irreversível".

Suzi disse...

E a música dessa cena? Aliás, se eu pegar a jukebox do Taranta de bobeira, eu roubo!