quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Hipocondríacos não beijam

Pessoal que vem de fora pra Curitiba tem mania de dar 2 beijinhos, aí ficam com o beiço ao vento, porque aqui se cumprimenta com um só e olhe lá. Mas é claro que há exceções. Gente que abraça, apalpa, aperta, encoxa e não desgruda. Marido encontrou uma colega desse tipo na semana passada e é essa que quero contar hoje.

Fato é que casei com o Jerry Lewis de O Bagunceiro Arrumadinho, lembram? Aquele filme em que ele faz um enfermeiro hipocondríaco que sente as dores e males dos pacientes. É o psicopata do álcool-gel. Você mal entra no carro, na saída do cinema, do mercado, do trabalho, ele já te espirra álcool nas mãos.

- Ai vai me estragar as unhas!
- Mas e a gripe A! É um perigo!
- Eu já me vacinei pra não ter que destruir as mãos com essa porcaria!

E assim levamos. Daí Marido encontrou, ou melhor, foi encontrado por essa ex-colega, pra quem havia prestado um favor um tempo atrás, substituindo-a em aulas ou coisa parecida. A senhora (Marido não tem amigas jovens e bonitas, segundo ele, todas as professoras são sempre senhoras feias e matronas, aham) o viu de longe, deu uma corridinha e o agarrou. Ela já tem fama de agarradeira e ele já sabia o que o esperava. E ela caprichou. Abraçou, encoxou, apertou as bochechas, chegou pertinho pra falar, ficou de ladinho segurando a cintura do Marido.

- Ai, professor, tenho tanto pra te agradecer, me ajudou tanto com aquelas aulas ano passado!
- Imagina, professora, foram só umas aulinhas, não foi nada!
- NÃÃÃOOO, foi muito importante, você não soube o que me aconteceu?
- Não...

Aí ela chegou bem perto, apontando para os membros que ainda estavam em função do abraço, e gritou no ouvido do Marido:

- Passei 3 meses em coma! Perdi o movimento deste lado todo! Quase morri!
- É mesmo? Que horror? E teve o quê?
- HERPES CEREBRAL!

Visualiza agora um balãozinho de pensamento sobre a cabeça do Marido.

- MEU DEUS SERÁ QUE ISSO É TRANSMISSÍVEL???


12 comentários:

Sam disse...

HAHAHAHAHAHA, tou morrendo de rir imaginando o balãozinho do que se passou pela cabeça do seu marido.

Marido de uma amiga teve esse troço, quase morreu. Segundo ela não pega, é baixa imunidade mesmo.

Graziella disse...

HAHAHAHAHA

Gente, fiquei imaginando a cara do E. com a cena! E vc se contendo pra não rir na frente da senhora, né?

Ronise Vilela disse...

Juro que fiz uma pausa. A começar pela palavra HERPES!
Outra, esse filme eu vi umas 967 vezes e sempre me deliciei com isso, principalmente quando a enfermeira, uma DONA de verdade, atriz que sempre trabalhava nos filmes do JL, descreve com riqueza de detalhes os sintomas dos pacientes.
Outra, eu sou meio abraço e beijo, mas tenho simancol o suficiente para parecer amável e não, daquele tipo que quer apresentar uma intimidade que não existe.

Raiza disse...

Seu marido é virginiano?

Caminhante disse...

Menina, me identifiquei TANTO com o teu marido. Acho que é por isso que nos damos bem, você já tem anos de prática. :P

Não lembrava do video. O post está completamente ótimo!

cris disse...

HAHAHAHAHAHA, tô rindo alto agora aqui no trabalho. sorte que tô na associação de docentes e aqui o povo é legal, pode tudo =) vc é, disparado, a melhor contadora de histórias que eu conheço. beijos!!!

Anônimo disse...

:)
não tem amigas jovens e bonitas?? hahahahahahaha isso é um problemão pra 10 entre 10 mulheres?
bjs
madoka

ditavonclaire disse...

mas esse não é o mesmo marido que chega em casa na madruga vindo de um boteco, né? ou é?
hahahahahahahahahahahahha.
as tantas faces do ser humano, minha gente.

Nina Vieira disse...

kkkk! Eu confesso que tambem sou bastante hipocondriaca - e trabalho, ironicamente, em um hospital. No entanto, detesto medicos e remedios. Só desejo ser invulnerável.
Beijos!

Luz! disse...

Tina!

Sobre seu coment lá no blog, eu vi a versão mais recente mesmo, com a keira knigthley, e gostei. Mas também queria ver o seriado, com o colin firth, porque ele deve ser um sr. darcy bem melhor do que o do filme.

Não conhecia o livro/filme que você comentou (servidão humana). Anotei como dica! :)

beijão.

Bia Badaud disse...

... Só eu fiquei com pena da pessoa, por ela ter tido uma infecção tão séria no cérebro?

Tina Lopes disse...

Sam, que medo, né? Credo.

Grazi, eu não tava junto mas a cena foi tão bem descrita por ele que parece até que vi, mesmo.

Rô, entre amigos a gente até que abraça e beija bastante ;)

Raíza, ele é capricorniano.

Caminhante, tks! Verdade, identifico os doidos de longe e acabo me afeiçoando, hahahahahaah

Cris, obrigadinha, contar bobeira é comigo mesmo, só não me peça memória pras coisas sérias.

Madoka, obviamente isso não é verdade. ;)

Dita, é o próprio. Veja que às vezes ele passa o álcool por dentro.

Nina, nossa, que loucura!

Deise, tem o filme com a Emma Thompson também né? Eu adoro. Bjk.

Bia, claro que ficamos com muita pena, coitada, mas ela tá curada, ótima e back to business, agarrando quem aparece pela frente =D