quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Moment musical




Sim, ela casou com o Sarkozy, é imperdoável, mas sou fã, me deixa, eu queria mesmo ter essa voz, essa elegância, esse cabelo e principalmente o rosto exótico. Mas essa música, essa letra, são lindas. E eu tô treinando tradução ;)


Déranger Les Pierres

Je veux mes yeux dans vos yeux / Quero meus olhos nos teus olhos
Je veux ma voix dans votre oreille / Eu quero minha voz em seu ouvido
Je veux les mains fraîches du vent / Eu quero as mãos frias com o vento
Je veux encore le mal d'aimer / Eu quero ainda o mal de amar
Le mal de tout ce qui est merveille / O mal de tudo o que é maravilhoso
Je veux encore brûler douc'ment / Eu ainda quero queimar devagar
Marcher à deux pas du soleil / Caminhar a dois perto do sol

Et je veux déranger les pierres / E eu quero perturbar as pedras
Changer le visage de mes nuits / Mudar a cara das minhas noites
Faire la peau à ton mystère / 
Et le temps j'en fais mon affaire / E o tempo, com ele terei um romance, farei dele meu amante

Je veux ton rire dans ma bouche / Quero tua risada na minha boca
Je veux tes épaules qui tremblent / Eu quero teus ombros trêmulos
Je veux m'échouer tendrement / Eu quero me deixar levar, ternamente
Sur un paradis perdu / Em um paraíso perdido
Je veux retrouver mon double / Eu quero encontrar meu par
Je veux l'origine du trouble / Quero que a origem da desordem
J'veux caresser l'inconnu / Eu quero acariciar o desconhecido

Et je veux déranger les pierres / E eu quero incomodar as pedras
Changer le visage de mes nuits / Mudar o cenário das minhas noites
Faire la peau à ton mystère / 
Et le temps j'en fais mon affaire / E o tempo, com ele terei um romance, farei dele meu amante


Je veux mourir un dimanche/ Eu quero morrer em um domingo

Au premier frisson du printemps/ Ao primeiro arrepio da primavera
Sous le grand soleil de Satan / Sob o grande sol de Satã
Je veux mourir sans frayeur / Eu quero morrer sem medo
Fondue dans un sommeil de plomb / Imersa num sono pesado
Je veux mourir les yeux ouverts / Eu quero morrer de olhos abertos
Le nez au ciel comme un mendicant / Nariz ao céu, como um mendigo

Et je veux déranger les pierres / E eu quero perturbar as pedras
Changer le visage de mes nuits / Mudar a cara das minhas noites
Faire la peau à ton mystère /
Et le temps j'en fais mon affaire / E o tempo, com ele terei um romance, farei dele meu amante


PS 1: "Faire la peau à ton mystère" - ferir a pele com teu mistério? esfolar a pele com teu mistério? não consigo entender/traduzir, então vou deixar em branco, por enquanto.

8 comentários:

Luciana Nepomuceno disse...

Sou fã. É o toque do meu celular.

Rita disse...

E a danada ainda fala francês... ;-)

"Et le temps j'en fais mon affaire" ... <3

Merci.

Cris disse...

Carla Bruni *suspira*

Cris disse...

Sobre a tradução: pergunta pra Renata Lins ;)

Anônimo disse...

A voz de Carla é incrivel! é uma mistura de doce com ácida.

Guilhermé disse...

Gostei muito, me lembrou minha mulher.

Tina Lopes disse...

Seu Guilhermé é sortudo!


Lu, exatamente essa música é o toque do celular? Sériooooo???

Anônimo disse...

Tina,
vou contra a máre, não gosto, não faz meu tipo rs...prefiro a Chan Marshall (Cat Power)hihihihihi
bjs
madoka